Se tivéssemos que escolher um momento do ano em que se teme mais a balança é, sem dúvida, o das datas natalícias. Praticamente ninguém escapa das citações e compromissos sociais que ocorrem ao redor de uma mesa cheia de abundância de comida e bebida. Por isso, continuar a fazer o exercício em Natal é de fundamental importância não só para se livrar dos quilos a mais em janeiro, mas também porque há razões de sobra para aproveitar as festas para se exercitar. Evitar a perda de forma física é um dos motivos por que continuar movendo-se em Natal. Há alguns estudos que sugerem que não façamos uma pausa de atividade física, se não queremos ver como é que a falta de exercício, a nossa massa muscular, a qual se reduz, ao mesmo tempo que se aumenta a massa de gordura no organismo. Os efeitos de não continuar a fazer exercício notam-se antes em indivíduos treinados (mais se são atletas de competição). Dependendo da fonte que se consulte, estima-se que são necessários 12 semanas para perder aspectos como a força, enquanto que alguns estudos falam de 31 semanas. Outras questões que podemos e devemos continuar suando a camisa em dezembro são: Mais tempo para fazer desporto: dezembro é um mês cheio de feriados. Muitos aproveitam para fazer uma pausa e passar tempo com a família. Se é o seu caso, porque você está de férias, você tem a oportunidade de aproveitar uma hora por dia para praticar qualquer tipo de exercício físico, assim como de se inscrever para eventos esportivos que só acontecem durante estas datas, como a última corrida do ano, a São Silvestre. Mais possibilidades para compartilhar o esporte: em vez de ser para beber ou comer, por que não seria jogar uma partida de padel com seus amigos? No caso de ter momentos que compartilhar com a família também vale ir juntos a andar ou escaparos um tempo ao ginásio. Boas datas para a prática de actividades de inverno: é recomendável mudar de disciplina esportiva para que, uma vez passadas as datas, voltar ao esporte que pratica, normalmente, com mais vontade e tendo trabalhado outros aspectos físicos que não permite exercitar. O esqui, patinação no gelo, ou o snowboard são algumas das disciplinas que mais se praticam no inverno. Fazer exercício em Natal para evitar engordar Natal e excessos nas refeições costumam andar de mãos dadas. Prevê-Se que durante as festas engordemos entre três e cinco quilos. Curiosamente, um estudo publicado no New England Journal of Medicine demonstrou que a nossa percepção de quanto engordamos nas festas natalinas é maior para os quilos que realmente acertamos. Os pesquisadores nessa análise, perguntaram a um grupo de indivíduos quanto peso pensavam que estavam a aumentar durante o natal. As previsões variou de dois a cinco quilos. Se lhes pesava antes e depois das festas, e os autores observaram que em média engordam meio quilo. O estudo também lança um dado revelador: os que mais quilos recolheram foram os que já tinham excesso de peso antes do experimento. Isso não é um convite para que a comamos tudo o que nos coloque frente, mais bem o contrário disso: é aconselhável levar a cabo alguns truques na hora de sentar na mesa, como comer fruta de sobremesa ou legumes em aperitivos. E, claro, também é preferível não apenas façamos atividades esportivas, como as mencionadas anteriormente, mas que nos mantenhamos ativos. Quanto mais nos movimentemos, mais, evitar engordar durante as festas. Uma caminhada em ritmo suave depois de comer ou ir fazer compras a pé são fórmulas que funcionam e que acabam refletindo na balança.