Pensar em qual é a melhor hora para fazer esporte pode parecer uma questão baladí em tempos em que a maioria das pessoas não se dedicam muitos minutos por dia ao lazer. Há quem pode acreditar que o esporte é reservado para o único buraco que se tem durante toda uma jornada. De certa forma, com este ponto de vista não está muito desencaminado. O certo é que, na hora de começar a se mover, é importante escolher um momento do dia em que saibamos que não vamos falhar devido a compromissos ou contratempos, além de que esse momento de exercício de renda com o estilo de vida que levamos. Agora, também convém saber que nos conta a literatura científica em torno desse tema, já que é a hora de determinar qual é o melhor momento do dia para treinar intervêm vários fatores, como podem ser o objetivo desportivo que tenhamos estabelecido. Fazer esporte, à primeira hora da manhã Os ritmos circadianos são a chave para a hora de falar sobre a melhor hora para treinar. Embora todos os seres vivos são regidos por ciclos fisiológicos associados às mudanças ambientais, neste caso estamos falando do relógio biológico do ser humano, que regula as funções do organismo, seguindo um ciclo que se repete a cada 24 horas. Estas funções coincidem com o momento em que dormimos ou estamos em estado de vigília. Tendo em conta os ritmos circadianos, a manhã, concretamente, por volta das 9, é a melhor hora para treinar com pesos, já que a testosterona está em seu nível mais elevado e isto repercute em um aumento da massa muscular. Nada mais acordar, o corpo encontra-se em sua temperatura corporal mais baixa e há um menor fluxo sanguíneo. Mas precisa de um bom aquecimento, prática de atividade física, a primeira hora é positivo para ser ativado cara para enfrentar o dia, e ficar com a energia da adrenalina gerada com o esporte. Outro benefício de treinar pela manhã, encontra-se no aspecto organizacional: apesar de que a obriga a ir para a cama, antes, é a melhor hora para tomar o hábito de fazer exercício, já que se treine em jejum, o único que você tem que fazer é se vestir e sair para fazer esporte. Desta forma, há maiores garantias de que não surjam imprevistos (que podem aparecer ao longo do dia) e, uma vez feito, você o tira de cima. Vantagens e desvantagens do treino da tarde A partir das duas do meio-dia e as sete da tarde, ocorrem uma série de melhorias a nível fisiológico: a coordenação, maior velocidade de reação, bem como a eficiência cardiovascular e força muscular. Nestes pontos do dia, os músculos estão mais quentes e flexíveis, pelo que há menos chances de se lesionar. Isso faz com que a tarde seja ideal para atividades de alto impacto, como se pode correr, fazer crossfit ou esportes de contato. Aqui também são recomendados os pesos da academia, uma vez que melhora a força e também se veria um aumento da massa muscular. A nível mental, a atividade física depois de uma jornada de trabalho ou estudo, também ajuda a relaxar e descontrair, de tal forma que nos preparar para ter um descanso de qualidade durante a noite. Como já indicamos antes, a parte negativa é que não há mais chances de faltar ao treino devido a imprevistos. O mal da atividade física à noite Quando falamos da noite, falamos do momento em que há ausência de luz solar. Esta varia em função da estação do ano, e é importante tê-lo em conta, porque a luz do sol é um regulador natural do ritmo biológico, daí a importância de dormir com as cortinas descidas e na total ausência de luz artificial para ter um descanso reparador. A noite é a hora menos recomendável, pois com o exercício físico aumenta o ritmo cardíaco e o organismo produz adrenalina, o que torna difícil conciliar o sono. Se a isso somarmos o fato de ter que acordar cedo para ir trabalhar ou por outras questões, poderíamos não descansar o suficiente, ou ter um sono de má qualidade. Além disso, se o exercício que você pratica é ao ar livre (como correr), a baixa visibilidade durante a noite, reduzindo a segurança necessária para praticar a atividade confortavelmente. Em conclusão, para escolher a melhor hora de treinar há que ter em conta a conveniência do horário, que o momento do dia em que escolhemos não trastorne o resto da agenda e também não afeta a qualidade de sua vida. Por último, se estamos nos preparando para uma competição, o melhor é treinar no mesmo horário em que você vai competir para acostumar o corpo a render-se, nesse mesmo horário. Fotos | Unsplash Becca Matimba / Nourdine Diouane / Christopher Campbell / Marion Michele