Informações gerais e bula para Lecitina de Soja - Catarinense.
  • Princípio Ativo: glycine max
  • Laboratório: Laboratório Catarinense
  • Preço inicial: R$20,90

Para que serve Lecitina de Soja - Catarinense?

Medicamento está indicado na atenuação dos sintomas da menopausa, como fogachos e sudorese noturna. Como este medicamento funciona? As isoflavonas presentes em Glycine max têm atividade semelhante aos hormônios femininos, considerados vitais para a saúde da mulher. A ação reguladora das isoflavonas se faz como um SERMC (Modulador Seletivo dos Receptores Estrogênicos), que apesar de sua discreta potência em receptores de estrogênio, agem inibindo o "feedback" negativo do sistema hipotálamo-hipofisário. Assim Glycine max é capaz de suprir a falta dos estrógenos por estimular sua síntese, prevenindo as alterações relacionadas a esta carência, como por exemplo, os sintomas da menopausa.

Contra indicações para Lecitina de Soja - Catarinense

Glycine max está contraindicado para pacientes alérgicos à quaisquer constituintes da formulação, gestantes ou mulheres que estejam amamentando. Não deve ser utilizado durante a gravidez e a amamentação, exceto sob orientação médica. Informe o seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se estiver amamentando. Em para pacientes com idade superior a 65 anos recomenda-se que tenham acompanhamento médico criterioso. Este medicamento é contraindicado para uso por mulheres grávidas ou amamentando. Este medicamento é contraindicado para menores de 12 anos Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião dentista

Como tomar Lecitina de Soja - Catarinense?

1 cápsula, 2 a 4 vezes ao dia, às refeições.

Composição Lecitina de Soja - Catarinense

Lecitina de soja 500mg por cápsula

Precauções e reações adversas da Lecitina de Soja - Catarinense

- Deve ser feito acompanhamento criterioso por seu médico em caso de histórico de neoplasia de mama ou útero. - Não deve ser utilizado durante a gravidez e amamentação,exceto sob orientação médica. Informe o seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando. Em para pacientes com idade superior a 65 anos recomenda-se que tenham acompanhamento médico criterioso. - O medicamento deve ser usado com cautela se você já estiver tomando outros medicamentos de ação estrogênica. - O medicamento pode interferir na absorção do ferro. - Se você faz uso da levotiroxina, evite ingerir o medicamento no mesmo horário, pois ele pode induzir a diminuição da absorção da mesma. O uso do extrato de Glycine max é bem tolerado e não foram observadas reações adversas com seu uso.

O que fazer em casos de superdosagem de Lecitina de Soja - Catarinense?

Interações medicamentosas Lecitina de Soja - Catarinense

Apesar de não encontrar citações de incompatibilidade com este produto natural, é importante lembrar a necessidade de precaução ao associar a contraceptivos e hormônios femininos. Estudos com ratos alimentados com suplementos à base de soja "in natura" mostraram o aparecimento de lesões pancreáticas devido à presença dos inibidores de tripsina. Pacientes com patologias pancreáticas prévias devem ter sua função pancreática controlada.

Ações das substâncias em Lecitina de Soja - Catarinense

Como armazenar, guardar, Lecitina de Soja - Catarinense?

Dizeres legais Lecitina de Soja - Catarinense

MS n° 4.0909.0006.001-5.